segunda-feira, 19 de julho de 2010

Maior corte desde 2ª Guerra põe em risco recuperação da Europa

.
Daniela Fernandes

Os cinco maiores países da União Europeia (Alemanha, França, Grã-Bretanha, Espanha e Itália) cortarão, juntos, cerca de 375 bilhões de euros em gastos públicos para tentar reduzir seus elevados déficits.

Mas as medidas de austeridade orçamentária, as mais expressivas desde a Segunda Guerra Mundial, poderão comprometer, na avaliação de especialistas, as tímidas perspectivas de retomada do crescimento econômico no continente.

"Os planos de rigor fiscal na Europa ocorrem no pior momento", afirma Jean-Paul Fitoussi, presidente do Observatório Francês de Conjunturas Econômicas. "Eles arriscam reduzir um crescimento que já é baixo e de comprometer as perspectivas em 2011", afirma.

Dados relativos ao primeiro trimestre deste ano - os últimos disponíveis, divulgados em julho - indicam que o PIB da zona do euro aumentou 0,2% em relação ao trimestre anterior e 0,6% na comparação anual, segundo a Eurostat.

O melhor desempenho foi da Itália, que registrou aumento de 0,5% em relação ao trimestre anterior, de acordo com a agência de estatísticas da União Europeia.

Na Espanha, que anunciou a redução de 5% dos salários dos funcionários públicos e a diminuição de benefícios sociais, entre outras iniciativas, as medidas já entram em vigor neste ano. Nas outras grandes economias do bloco, os cortes serão implementados a partir de 2011.

Notícia completa AQUI


Postado por Pedro

2 comentários:

paulo disse...

meu deus!!! o q ta acontecendo com o mundo?,,

ai ai...

Pedro disse...

É o início do Caos.

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

Parceiros

alt text
alt text

Seja um Parceiro!


Autores

Postagens + populares de todos os tempos

Postagens + populares do mês

Postagens + populares da semana

política religião conspirações humor artes sexo playboy futebol corinthians lula obama mubarak illuminati euro dolar new world order